Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Disco Plano

09
Abr18

O que traz o verão? Festivais!

O Capitão Fantástico

Quero mostrar-vos o que gostava de ver este ano nos festivais portugueses, como já disse no post anterior, este ano só devo ir a um festival e se for, devo ir só a um dia, sei que devia ir a mais, mas por vezes existem outros pontos em que nos devemos focar e se eu quero muito tocar com a minha banda ao vivo, devo investir tempo e dinheiro nisso, em vez de ver os outros fazer o que quero também fazer, sem poder fazê-lo, contudo, vou deixar-vos aqui 10 dos muitos artistas que gostava de ver, isto dos que já confirmaram a sua presença em Portugal, mas vou mostrar-vos um de cada vez, claro!

 

Primeiro quero começar por um artista que a minha melhor amiga partilhou comigo, num dia em que íamos com um amigo nosso para o café e ela era a DJ de serviço, falo-vos de Tom Misch, se bem me lembro, a música que ela colocou foi a “Movie”, gostei muito do que ouvi, mas não tive logo a urgência de começar a ouvir, uns dias mais tarde, uma amiga dessa minha amiga falou-me também de Tom Misch e hoje, depois de ouvir o álbum de estreia do artista, fiquei com muita vontade de o ver ao vivo, o álbum é muito bom e acho que ao vivo deve soar melhor ainda. A minha faixa favorita deste álbum é provavelmente a primeira que ouvi, mas a “Water Baby”, a “You’re On My Mind” e muitas outras deixam um sabor especial, gosto da participação de Loyle Carner neste álbum, artista que felizmente já ouço há algum tempo.

 

Onde estará Tom Misch a tocar? No Parque das Nações a 20 de julho, como parte do festival Super Bock Super Rock e leva-me a ponderar, talvez venha a escolher este dia como o dia que vou a um festival.

 

88a905d3df6b912ec9bd5237f16a4dbb.jpg

01
Dez17

Pearl Jam no NOS Alive 2017 - 14 de Julho

O Capitão Fantástico

Estava à procura de um bom motivo para ter de vir trabalhar num feriado, mas não encontrava nenhum... Foi quando estacionei o carro que pensei em publicar uma foto minha no Instagram e ao abrir o mesmo vi um motivo, pelo menos, para este feriado ser de boas notícias. 

 

Pearl Jam voltam a Portugal e talvez desta vez eu faça uma loucura e vá a dois festivais num só ano, isto porque quero muito ir ao Paredes de Coura pela primeira vez! 

 

JOAO-COSTA-1219.jpg

 

Em 2014 já tive a oportunidade de ver o Eddie Vedder no Super Bock Super Rock, foi um dos melhores concertos da minha vida, durou quase 3 horas e ele fez uma coisa inédita para mim: "You've Got To Hide Your Love Away" dos The Beatles na voz dele, a minha canção favorita de uma das minhas bandas favoritas, na voz de um dos meus vocalistas favoritos. Mesmo assim, eu sempre quis ver Pearl Jam ao vivo, talvez seja desta, guardem um bilhete para mim porque não posso comprar já. 

 

E não cheguei a postar a foto no Instagram... É algo que não faço desde dia 14 de outubro e vai continuar assim, talvez.

06
Nov17

Concertos, concertos, concertos... - Noiserv

O Capitão Fantástico

Concertos, concertos, concertos, adoro concertos e irei a concertos até que não possa mais ir a concertos, por falar neles, falo em Noiserv.

Em 2011 estava no Super Bock Super Rock, mais precisamente na Herdade do Cabeço da Flauta, Meco, Sesimbra e tinha ainda 16 anos, um mundo de concertos à minha frente e já ansiava por ver The Strokes (a minha banda favorita na altura e ainda a minha banda favorita), Arctic MonkeysArcade FireBeirut e outros…

IMG_4314.JPG
Foto tirada por Diogo Raimundo no dia 15 de julho de 2011, Super Bock Super Rock, Arcade Fire.

 

Não me recordo bem em que dia estávamos quando isto aconteceu, mas ia mais o meu irmão e um amigo para os chuveiros, isto porque estava muito calor nesse dia e um banho fresco ao fim da tarde era o que se precisava, quando oiço ao longe, no palco principal, que ficava ao lado dos chuveiros, um artista com o nome de Noiserv, perguntei se eles conheciam, não conheciam, mas outro rapaz que não estava no meu grupo respondeu: “é um rapaz chamado David Santos que toca mil instrumentos sozinho”, à medida que íamos andando na fila para os chuveiros, reparei que o som que se fazia reproduzir via amplificadores, soava bem, mas não me interessou muito, segui com a minha vida e não olhei mais para o palco principal, devia ter olhado e ouvido com mais atenção.

No verão de 2014 estava novamente imenso calor, ainda faltava para eu ir ao Super Bock Super Rock de novo e era um dia qualquer de julho (pensava eu), decidi refastelar-me no meu sofá, ligo a TV na SIC Radical e lá estava, Noiserv no Alive 2014, ouvi um pouco (penso que foi uma só canção) e acabou o concerto, achei até curioso ser uma segunda vez que aquilo acontecia, mas voltei a ignorar.

A minha curiosidade nunca foi muita quanto a este artista, mas em 2015 (ano em que aprofundo o meu conhecimento em música portuguesa), venho a redescobrir Noiserv, isto porque encontro um vídeo no YouTube de um concerto dele ao vivo no CCB, adorei todas as canções, adorei todos os pensamentos soltos entre canções e fiquei viciado naquele concerto, desde aí jurei para mim que teria que compensar as falhas anteriores de não o ter visto.

 

 

Em 2016 faz-se saber que Noiserv ou David Santos, ia lançar um novo álbum com o nome 00:00:00:00, para além de se saber isto, sabia-se que ia ser lançado no dia 28 de outubro de 2016 e que o concerto de lançamento seria no dia 10 de novembro de 2016 no Teatro São Luiz, em Lisboa. Eu? Apressei-me e comprei 3 bilhetes, 1 para mim e os outros 2, um para o meu irmão e outro para a minha irmã mais nova. No dia 10 de novembro de 2016, presenciei pela primeira vez Noiserv em palco e senti-me privilegiado por poder estar lá, foi um concerto cheio de surpresas e acho que até o próprio artista ficou surpreendido pela reação do público, quando este lhe pede para voltar ao palco (já no fim do concerto) com tanta força de vontade a fazer-se ouvir naquele teatro.

 

IMG-20161111-WA0012.jpg
Foto tirada por Rute Martins no dia 10 de novembro de 2016, Teatro São Luiz, Noiserv.

 

No dia 24 de junho de 2017, se não estou em erro, volto a estar presente num concerto de Noiserv, desta vez no Festival FNAC LIVE deste ano, vi-o e voltei a querer repetir, foi um concerto curto e direto, mas bom como sempre e fez-me desejar por mais.

Este ano, mais uma vez, mas desta no dia 22 de dezembro de 2017, no Teatro Ibérico, estarei presente, sei que vai ser mais um concerto memorável e espero que não seja o último que posso presenciar.

Depois de ter quase toda a discografia, uma t-shirt, 2 concertos a caminhar para o número 3 nesta contagem pessoal, tenho estado a tentar compensar as minhas falhas em tomar atenção a este artista, se não se querem arrepender como eu, oiçam e comprem já o vosso bilhete para o concerto de dezembro no Teatro Ibérico, ou se este não dá para vocês, comprem para outro concerto de Noiserv, seja onde for, quando for, vale sempre a pena dar ouvidos a este artista português de imenso talento.

Desta vez falei da quase visível orquestra que é Noiserv (David Santos), para a próxima talvez irei além-fronteiras, sempre com muitas histórias de concertos que vi e que não ficam por contar, prometo.

Próximos espetáculos que vamos ver:

Sem datas até ao momento...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D